Ps.:

on quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Parei de postar.






Ass.: Kelvyn Vital

Continue lendo >>

20 fatos curiosos sobre felicidade

on quarta-feira, 6 de janeiro de 2010







1) Os genes e a educação influenciam cerca de 50% da variação na nossa felicidade pessoal, outras circunstâncias como renda e meio ambiente afeta cerca de 10%. Os 40% restantes vem da nossa aparência e atividades, incluindo nossos relacionamentos, amizades e empregos, nossa integração na comunidade e nosso envolvimento com espotes e hobbies.


2)Um bom humor tem um cheiro distinto. Cientistas descoriram que pessoas podem julgar se outra pesssoa está em um humor positivo do cheiro do seu corpo sozinhas. Em um experimento, homens e mulheres assistiam filmes assustadores enquanto o odor de suas axilas eram coletados em gaze. Uma semana depois, os pesquisadores perguntaram para estranhos quais gazes vinham de pessoas com bom humor e qual vinha de pessoas assustadas. Eles eram capazes de fazer isso com surpreendente precisão.


3) Velhos são mais satisfeitos com sua vida do que jovens: Uma pesquisa recente do Centro de Controle de Doenças e Prevenção viram que pessoas com idade entre 20-24 são tristes por, em média, 3,4 dias por mês, e ao oposto disso, apenas 2,4 dias para pessoas com idade entre 65-74 anos


4)Se você fizer 20 minutos de exercício, três dias por semana por seis meses, o seu sentimento geral de felicidade vai aumentar em 10-20%.


5)As pessoas com a taxa mais alta de felicidade em testes psicológios desenvolveram 50% mais anti-corpos do que a média em respostas às vacinas contra a gripe.


6)De acordo com pesquisas no World Database of Happiness (Dados de felicidade mundial) da Rasmus University na Holanda, Dinamarca é oficialmente a nação mais feliz do mundo, seguido por Malta, Suíça, Islândia, Irlanda e Canadá.


7)Nos Eua, clinicas de depressão são de 3-10 vezes mais comum do que à duas gerações atrás.


8) Imigrantes tendem a adquirir as características de felicidade do país que eles mudaram, e não do que eles vieram.


9) Trabalhadores ricos tendem a ser mais felizes do que seus colegas pobres, mas pesquisas sugeriram que pessoas felizes podem ter um potencial maior de ficar ricos, ou seja, continua na mesma.


10) Pessoas que sofreram de AVCs ou outras doenças debilitantes sofrem tremendamente a curto prazo, mas depois de um tempo sua felicidade é apenas um pouco abaixo da média da população.


11) Quando pessoas se casam, sua felicidade aumenta, mas depois de um tempo volta ao nivel que era antes de casar.


12)Mulheres podem experimentar sua mais baixa satisfação com a vida com 37 anos, e os homens aos 42.


13) Ter entre 100-200 gargalhadas por dias, é o equivalente a um exercicio de alto impacto, queimando até 500 calorias.


14) Ouro não trás felicidade. Estudos com atletas olímpicos viram que os vencedores de medalhas de bronze são mais felizes que os de medalha de prata e de vez em quando até mais do que os medalistas de ouro. De acordo com o psicologista dos times da Austrália, Graham Winters, nos sentimos melhor em ser o terceiro sem esperar, do que já ter sido lançado ao primeiro.


15) O último psicólogo social pioneiro Professor Michael Argyle, que conuziu muitas pesquisas sobre felicidades, viu que entre as coisas que mais fazem as pessoas felizes estão o esporte, música e -mais que tudo- dançar. Encorajamento aos esportes facilitaria em todo o lugar um aumento melhor da felicidade das nações. Grupos de dança, que combinem exercícos, música, comunidade, toque e regras também aumenta drasticamente a felicidade.


16) Muitos estudos mostram que um bichinho de estimação pode reduzir sua pressão sanguinea e stress, promovendo saúde e felicidade.


17) Depois de atender às necessidades básicas, riqueza extra tem pouco ou nenhum efeito em satisfação ou felicidade (em termos gerais, seria necessário receber mais de £ 1 milhão para transformar você de infeliz para infeliz, e, mesmo assim ainda seriam temporários os efeitos.


18) Pessoas em relacionamentos estáveis são mais felizes do que solteiros.


19) Em paises que o nível de rendimentos é igual, como a Escandinava, a felicidade tende a ser maior do que em nações com uma divisão de riquesa desigual, como os EUA. As pessoas preferem mais autonomia local e mais democracia direta para aumentar seu rendimento.


20) De acordo com uma nova olhada em um estudo de 40 anos em práticas de criação de crianças conduzida em Harvard, crianças que eram abraçadas e afagadas mais, cresceram e se tornaram mais felizes.



Em inglês

Continue lendo >>